Homem é assassinado em bairro que já teve Base Comunitária da PM


Mutirão volta a registrar crime de extrema violência



Bomboca estava com amigos na hora em que foi executado



Não houve tiroteio na morte de homem identificado como Luciano Vicente, de 19 anos, assassinado a tiros na principal via de acesso do conjunto Sagrada Família, conhecido como Mutirão. Amigos da vítima que conversavam com ele no momento do crime, disseram ao blog que Lucinao era uma pessoa do bem, e que no momento do crime, ele foi rendido. Luciano Vicente, era também conhecido como Bomboca.

Isso é muita maldade. Mataram meu colega!', falou outro amigo dizendo-se triste pela ação criminosa. Uma frequentadora de uma boate nas imediações do local onde ocorreu o assassinato disse que a vítima era seu cliente, e que ele vinha se envolvendo com uma mulher casada. Mas nunca soube de participação dele com drogas!, defendeu.

Uma vez ele me perguntou por que eu estava olhando muito para ele?. Tive que abaixar a cabeça, pois naquele momento ele me prometeu dá uns tiros na minha cabeça. Ameaçou meus irmãos e demonstrava ser violento, revelou uma grávida que pretende em janeiro de 2017 deixar o Mutirão para residir em outra cidade. Aqui é muito violento, disse.

Luciano Vicente estava com um grupo de amigos conversando antes de ser executado. Se protegia do sol forte numa construção inacabada, quando dois homens chegaram a pé e o rendeu. Os demais amigos fugiram, mas o alvo era mesmo Bomboca que recebeu cerca de seis tiros e teve morte instantânea. Policiais militares estiveram no local e horas depois a Criminalistica constatou as perfurações à bala na vítima. Dois funcionários do IML recolheram o corpo quando passava das 16h. O crime foi por volta das 11h da manhã. Ninguém foi preso.

Comentários 0

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Poste o seu comentário