Presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Otávio Leão Praxedes presta homenagem póstuma a radialista


Ferreira Neto



Desembargador Otávio Leão Praxedes: "Ferreira Neto foi um grande homem, pelo que construiu como profissional do rádio em União dos Palmares"



Desembargador-presidente do TJ/AL, Otávio Leão Praxedes



O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador, Otávio Leão Praxedes, prestou homenagem póstuma ao radialista José Ferreira Galvão Lopes, o "Zé Ferreira ou Ferreira Neto" como era conhecido, falecido no dia 9 de junho. Ele exaltou o legado profissional deixado pelo radialista através de sua coragem cívica, no trato com as questões sociais de União dos Palmares e de Alagoas.

"Tinha uma grande admiração por Ferreira Neto, por considerá-lo um dos bons valores do rádio alagoano. Portanto, peço que conste na Ata desta sessão, a minha homenagem póstuma ao radialista, principalmente na condição de presidente desta Corte a um grande homem que foi Zé Ferreira", destacou o desembargador Otávio Leão Praxedes.

Ferreira Neto era estudante de Publicidade e Marketing e deixou de atuar no rádio depois de ter se submentido a uma cirurgia do coração. Vivia normal depois das pontes safena que se submeteu e até, fazia algumas participações na programação jornalística da rádio Farol FM, emissora onde trabalhou por mais de 20  anos.

Lutou contra um câncer e seu quadro clínico era estável. Depois de dá entrada na UTI do hospital Chama de Arapiraca, Ferreira Neto foi transferido para o HGE onde uma semana depois veio a falecer. Deixa filhos, de dois casamentos e neto.

Na página oficial da família no Facebook, a viúva do radialista, enfermeira Vânia lembra da celebração da missa de um mês em homenagem póstuma ao radialista Ferreira Neto, na matriz de Santa Maria Madalena, a partir das 16h.

Comentários 1

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. escreveu em 12/07/2017 13:15:35:

Poste o seu comentário