Da dedicação ao reconhecimento; a trajetória de um palmarino no Ifal em Alagoas


Pedro Valadares é servidor do Ifal em Alagoas



A parte administrativa é como os bastidores do espetáculo. Uma atividade-meio, mas extremamente importante para fazer o espetáculo acontecer, para nossos alunos e professores poderem entrar no palco, entrar em cena”, avalia.

Quando pediu transferência para o campus Santana do Ipanema, o assistente em administração Pedro Manoel Valadares sabia que iria ter muito trabalho. Em 2013, ele deixava o campus Marechal Deodoro, onde estava desde janeiro de 2009, com a missão de estruturar uma nova unidade, ainda em fase de implementação. No Ifal, ele trazia experiências como coordenador de Apoio ao Ensino, coordenador de Administração e Manutenção e coordenador de Compras e Licitações, funções que seriam essenciais para assumir o posto de chefe do Departamento de Administração, cargo em que está desde a criação do novo campus.

Para o diretor da unidade, ele foi peça-chave na construção de toda a estrutura que a escola possui hoje. "Com a necessidade de ampliação dos espaços, trabalhou intensamente para a montagem da unidade, que hoje está instalada em um prédio alugado, mas que foi construído e pensado para receber os alunos com mais conforto e melhores condições" relatou Gilberto Neto.

O ex-contador do campus, Jorge Luiz, concorda com o diretor do campus. Ele pontua que Pedro alia o trabalho ao respeito aos seus colegas, o que faz com que os outros servidores sejam sempre proativos. "Hoje, o campus Santana é um dos poucos que conseguem manter suas obrigações em dia, justamente porque fazemos até mais do que nossas obrigações e ele é uma das molas propulsoras. 

Para se ter uma ideia, hoje estou no campus Benedito Bentes, mas mantenho as atividades de Santana, primeiro porque não há ninguém que faça e depois porque faço com prazer, porque lá, na minha opinião, é o melhor lugar para trabalhar no Ifal" acrescenta Jorge.

Pedro disse agir desta forma porque disse que o ambiente sadio é um meio de se atingir bons resultados na instituição. "É essencial que a cortesia, o respeito e a empatia estejam presentes, então para promover isso, sempre tratei todos com muita educação e sendo cortês. Esqueci a hierarquia e me integrei por completo à equipe, permitindo que todos colaborassem com sugestões e críticas, pregando sempre que cada um é importante naquilo que faz, se um falhar toda a engrenagem será prejudicada e o resultado final não será alcançado", justificou.

FILHO DE UNIÃO DOS PALMARES; PEDRO VALADARES É SERVIDOR PUBLICO DESTAQUE DO IFAL ALAGOAS

Comentários 1

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. Petrucio Soares escreveu em 08/11/2017 19:24:39:

    Parabéns pela matéria, precisamos de bons exemplos, e Pedro Valadares um excelente exemplo. pessoas como ele não têm muito espaço em União dos Palmares, que prefere dar oportunidades a estrangeiros, que logo aprendem a serem ingratos e debocharem do povo palmarino, mas, um dia quem sabe aprenderemos a valorizar o ouro e a prata da casa, que Deus o abençoe nessa grande jornada em uma importante instituição que estudei por duas oportunidades.

Poste o seu comentário