Author

Quem faz o blog? Ivan Nunes jornalista desde 2000.
Fale com o Blog A Palavra: (82) 9 9177 2828

Polícia

Juiz decreta prisão preventiva de enfermeira acusada de armar assassinato do esposo


Enfermeira Cássia Josefa foi presa em casa, no bairro Nova Esperança



Casal vivia feliz, até Cássia ter engatado um relacionamento amoroso com um homem bem mais jovem de Ibateguara e que se encontra preso em São José da Laje com ela


A polícia militar prendeu na manhã desta quarta-feira,8, no bairro Nova Esperança, a técnica em Enfermagem, Cássia Josefa da Silva, de 40 anos, esposa de Ednaldo Francisco Oliveira, assassinado a tiros dentro do seu automóvel numa estrada de terra pertencente a Usina Serra Grande, em São José da Laje.

A enfermeira é acusada pelo amante, Jadson Ferreira da Silva, com quem mantinha um relacionamento amoroso por mais de um ano, e que se encontra preso na Cisp de São José da Laje há dois dias, de ter ajudado na execução do esposo, com quem queria se separar e não conseguia.

A prisão da enfermeira se deu graças as informações do namorado a polícia militar numa das celas da Cisp, daquele município. Jadson foi preso em Ibateguara onde reside com os pais.

Uma fonte da PM disse ao blog que a vítima no dia do crime, teria dito a enfermeira que estaria de plantão no Saae como vigilante. Passava de uma hora da madrugada, quando dois homens teriam pulado o muro de uma estação de tratamento da autarquia e rendido Ednaldo Francisco de Oliveira que foi levado no seu próprio carro tendo sido acompanhado por um terceiro homem numa motocicleta.

De acordo com a polícia militar, Cássia Josefa da Silva teria supostamente aplicado uma injeção com uma substância sonífera para que Ednaldo não reagisse a ação criminosa. A vítima foi levada para a divisa dos estados de Alagoas com Pernambuco e, na altura do quilômetro 3 da Br-104, um segundo homem que dirigia o carro da vítima, pegou uma estrada de terra e a poucos metros da rodovia federal, atirou por três vezes na cabeça de Ednaldo Oliveira que teve morte instântanea. Ele trabalhou no hospital São Vicente de Paulo como porteiro, e já estava casado com Cássia Josefa da Silva onde já tinham dois filhos, sendo uma adolescente de 17 anos e outro de apenas 3 anos fruto de seu casamento.

O mandado de prisão em desfavor de Cássia Josefa da Silva,  foi expedido pelo juiz da Comarca de São José da Laje, José Alberto Ramos, atendendo pedido do Delegado municipal, Dr Edbergue. Cássia trabalha no Samu de União dos Palmares como socorrista e também no HSVP. Cássia nega todas essas acusações contra ela.

De acordo com o namorado da enfermeira, a participação da amante está relacionada ao revólver revólver calibre 38 Taurus pertencente ao marido para os supostos criminosos agirem naquela noite de setembro deste ano. Foi Cássia quem emprestou a arma do marido para o crime.

A prisão da enfermeira é temporária que é uma espécie de prisão cautelar decretada em casos específicos, com a duração máxima de cinco dias, ou de trinta dias, quando se tratar de crime hediondo, prorrogável por igual período em caso de extrema e comprovada necessidade. No caso especifico da enfermeira, o magistrado decretou sua prisão por 30 dias, com chances de prorrogar por mais 30, haja vista que existem mais dois implicados no crime de morte e que ainda não foram presos.

A reclusão de Jadson Ferreira está relacionada ao fato dele ter dado fuga aos bandidos numa motocicleta. Uma fonte disse ainda que o revólver da noite do crime foi encontrado com a viúva de Ednaldo em sua casa com três projetís deflagrados, além de farto material hospitalar, como seringa igual a que foi deixada dentro do carro da vítima, e que supostamente teria sido usada pela enfermeira para dopar Ednaldo Oliveira, que era dono de carros, motocicletas e imóveis de aluguel.

Publicado em 08/11/2017
10 comentários
O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. User

    Taynara escreveu em 22/11/2017 17:21:24:

    Ele era tão bom que já vinha corrido de recife

  2. User

    Carlos escreveu em 10/11/2017 22:06:11:

    Isso não vai dar em nada lkkkkkcassia vai estar solta logo logo

  3. User

    arrazado escreveu em 09/11/2017 20:00:47:

    essa cachorra tem mas é que mofá na cadeia, essa vagabunda gaeira safada

  4. User

    AMIGA escreveu em 09/11/2017 17:04:11:

    OS CULPADOS DEVEM PAGAR!!!!! ATÉ QUANDO VAMOS TER QUE CONVIVER COM A BARBÁRIE E A IMPUNIDADE QUE ACONTECE DIARIAMENTE. VAMOS LÁ AUTORIDADES, NÃO OS DEIXEM IMPUNES, AMANHÃ PODERÁ SER O FILHO, O IRMÃO, O PAI DE ALGUM DE VOCÊS.
    #REVOLTADA

  5. User

    Verdade escreveu em 09/11/2017 13:54:41:

    E isso que dá largar a esposa para viver com uma prostituta achou o que procurou

  6. User

    joao escreveu em 09/11/2017 12:47:45:

    ele era uma pessoa do bem mesmo de uma alegria fora de serio
    muito gente boa ele e muito onesto ela tem que paga o que fez badido tem que ta na cadeia mesmo parabens a palicia de uniao

  7. User

    Edvania escreveu em 09/11/2017 08:03:38:

    Parabéns para justiça! Que Deus cuide da família do rapaz. Graças a Deus que não existe crime perfeito!

  8. User

    Tito escreveu em 09/11/2017 07:29:21:

    Muita gente julgou o rapaz , falando que ele era errado , vcs bando de inútil , lavem a boca com água sanitária , agora essa bandida tem que apodrecer na cadeia , que Deus conforte a família de Ednaldo .

  9. User

    Leitor assíduo escreveu em 09/11/2017 01:56:35:

    Poxa Ivan, que babado em. Confesso que acho fúteis a maioria de suas matérias, mas essa me deixou de queixo caído. Parabéns pelo furo de reportagem!!!!

  10. User

    Edneide Oliveira - IRMÃ DE EDINALDO escreveu em 09/11/2017 01:35:45:

    Meu irmão é casado em Recife com a esposa Adriana e tem quatro filhos, nunca se separou judicialmente dela. EdinaldoTrabalhava num supermercado proximo da favela onde a Cassia morava e foi ai que começaram um caso amoroso, e ela engravidou da filha mais velha. O amor da vida do meu irmão sempre foi a esposa, com seus filhos, Cassia nunca foi aceita pela nossa familia na época que vivia em Recife e nunca morou com ele. Inclusive por várias vezes a Cassia lIgou para minha mãe falando palavras de baixo calão, uma vez que a família nunca aceitou o relacionamento deles. Nós nunca nos afastamos dele, eu particularmente nunca convivi com ela. Tolerava por conta do meu irmão. Hoje nós deparamos com essa situação horrível que tanto nos abalou. Éramos 13 irmãos (entre homens e mulheres ). A FAMÍLIA ESTÁ ABALADA, SOFRIDA!!! QUERO APROVEITAR PARA AGRADECER A POLÍCIA CIVIL DA CIDADE DE UNIÃO DA LAJE/AL.E QUIPE, REPRESENTADA PELO DR. EDBERG OLIVEIRA
    QUE TANTÔ SE EMPENHARAM NESSE CASO, ASSIM COMO DEVEM AGIR COM OUTROS.

Entre na conversa!

Deixe seu comentário abaixo !

Confirme o código abaixo: