Jovens mortos no final de semana são sepultados


Amigos foram se despedir do mecânico Givaldo, assassinado em Ibateguara neste final de semana




Givaldo, vítima do assassino do Parque




 

Dois sepultamentos simultâneos carregados de muita emoção e dor, ocorreram no final deste domingo,13, nas cidades de União dos Palmares e Ibateguara. Amigos do mecânico Givaldo dos Santos Araújo sentiram o seu assassinato ocorrido na manhã de sábado,12, quando participava de uma festa do padroeiro São Sebastião.

Uma discussão banal levou Ronildo Amorim Cardoso de Araújo, funcionário de um parque de diversão, atacar o mecânico com uma faca peixeira na altura do pescoço.

Um golpe na jugular do rapaz e o jovem de apenas 23 anos tombou sem vida na lateral da igreja. O criminoso que já confessou tudo disse ao delegado do caso, Jorge Barbosa, que logo após o crime foi para casa, trocou de roupa e depois jogou a faca no jardim de uma imagem gigante de São Sebastião que fica na parte lateral da igreja.

Horas depois, a polícia militar, Guarda Municipal e Polícia Civil desvenderam a autoria do crime que chocou os ibateguarenses. A reação da população foi tão forte que nas redes sociais há um movimento para expulsar o parque de diversão onde o acusado trabalhava para deixar Ibateguara. Ronildo segue preso na Delegacia Regional de União dos Palmares.

Começo da madrugada de sábado para domingo, dia 13.  Pedro Higor, que ajudava o pai na venda de botijão, água mineral e entrega de picolés, desenvolvia alta velocidade com sua motocicleta quando perdeu o controle e bateu de frente com um poste da Eletrobras.

- Você acredita que do impacto da moto no poste faltou energia aqui? disse uma testemunha que viu o jovem perder a vida depois de uma grave fratura na cabeça.

No sepultamento que aconteceu no final da tarde deste domingo no cemitério Campo Santo dos Palmares, a vítima foi saudada com um buzinaço pelos amigos.

 



Comentários