01/01/2020 Por Ivan Nunes

Saem de cena as pesquisas encomendadas. A partir de agora só com registro no TRE

Fim de linha para as pesquisas encomendadas, aquelas financiadas abertamente por grupos interessados em números animadores ou puxadas por apoiadores fanáticos nas redes sociais.

A partir de agora só vale se tiver registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), com todas as informações necessárias para o conhecimento do eleitor, inclusive quem encomendou.

Ainda assim é possível que um ou outro instituto fuja da margem de erro estabelecida. Mas os números são bem mais confiáveis que os compartilhados até a noite do dia 31.

Agora é aguardar os primeiros números e, a partir daí, acompanhar o crescimento e estagnação dos nomes postos.

Vale destacar que, em Maceió, Alfredo Gaspar de Mendonça, Davi Davino, JHC e Ronaldo Lessa – os quatro nomes mais badalados – ainda não confirmaram candidatura. Um nome tirado da cartola também deve passar afigurar antes do carnaval. Quem será? 

Já em União dos Palmares o prefeito Kil de Freitas pode enfrentar a maior frente de opopsição política já vista na face da terra, mas massagear o ego de quem se diz pré-candidato a preifeitura  são outros 500. Até o momento kil de Freitas deverá encarar mais do 5 chapas, pouco provável, mas no momento o banquete de candidaturas está formado com professora Silvany(sem partido) Sérgio Rogério(PT) José Carlos Leão(Psol) Manoel Gomes de Barros(MDB) Vereador Tita(PDT) Bruno Lopes(sem partido), Caju(PSDB) Sebastião de Jesus(sem partido) Cristina Vergeti(Cidadania), Cabral(sem partido) Zé Alfredo(sem quitação eleitoral).

Com Wadson Régis - editor-chefe do AL1

Comentários


Pesquisas deve ter registro no cartório eleitoral

Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes