09/01/2020 Por Ivan Nunes

Dirigentes da Palmares visitam área afetada pelo fogo na serra da Barriga e falam em Boletim de Ocorrência

Dirigentes da Fundação Palmares em Alagoas, reagiram ao suposto incêndio criminoso ocorrido esta semana na histórica Serra da Barriga. Eles percorreram todo o trecho atingido pelas chamas e analisaram que a vigilância patrimonial deve se intensificar por que a serra está, segundo eles, "cercada de inimigos" que não mensuram a importância do Patrimônio Cultural do Mercosul para União dos Palmares e Alagoas com todo o legado de Zumbi dos Palmares construído em 1816.

Um dos maiores defensores do Parque Memorial Quilombo dos Palmares é o ambientalista e especialista em segurança, Diogo Palmeira. Ele recebeu o historiador Elcias Pereira e o diretor da Palmares, Balbino Praxedes e juntos foram até o local do incêndio.

No final, Diogo assegurou que "será feito um Boletim de Ocorrência na Delegacia Regional de Polícia Civil de União dos Palmares, além de uma vistoria em toda área atingida pelas chamas.

Diogo classificou a visita dos demais membros da Palmares como importante e disse que vai "trabalhar", na tentativa de descobrir de onde partiu e se foi verdadeiramente criminoso o incêndio, haja visto que existem indícios claros desta linha de investigação ser procedente, pois há uma boa plantação de bananeira no entorno da serra da Barriga, exatamente onde ela foi afetada pelo fogo.

" A área atingida pelo fogo está muito distante do local de visitação ao público,  é bom que se diga, cerca de 3 quilômetros de distância e o Parque Memorial Quilombo dos Palmares segue aberto para o público sem problemas, com segurança e excelente acesso", finalizou.

 

Comentários


Elcias, Diogo e Balbino: estratégias para identificar de onde surgiu queimada


Eles estiveram no local do incêndio na Serra da Barriga


Plantação de bananas também foi atingida pelo fogo


Vegetação histórica foi totalmente queimada








Agentes florestais redobraram a atenção depois do incêndio supostamente criminoso










Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes