09/01/2020 Por Ivan Nunes

Governador assina ordem de serviço para implantar sistema de irrigação no Bálsamo

Texto de Severino Carvalho

 

O governador Renan Filho, o secretário de Estado da Infraestrutura, Maurício Quintella, e o prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar da Silva, assinaram, nesta quarta-feira (8), a ordem de serviço para as obras e serviços de implantação do Sistema de Irrigação no perímetro de 200 hectares do Projeto Hidroagrícola da Barragem do Bálsamo, neste município. A cerimônia de assinatura aconteceu no Salão de Despachos do Palácio República dos Palmares, em Maceió.

“Aportar recursos para inclusão produtiva é o nosso principal trabalho nesse segundo mandato”, afirmou Renan Filho, após a assinatura do documento.

Assinatura da ordem de serviço para implantação da Barragem do Balsamo ( Foto: Márcio Ferreira)

Na primeira etapa da construção do perímetro irrigado da Barragem do Bálsamo, o projeto hidroagrícola prevê a implantação de 200 hectares de área irrigada, beneficiando cerca de 150 pessoas que vivem da agricultura familiar. A obra será executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e visa aumentar a viabilidade técnica do perímetro irrigado, ampliando o alcance socioprodutivo das áreas contempladas.

“Essa é uma obra muito esperada no município de Palmeira dos Índios. Ontem, assinamos o aditivo final e os recursos já estão em conta. Dos R$ 5,6 milhões que serão necessários para essa obra, já temos R$ 4,7 milhões disponíveis, então, a obra vai começar logo após a assinatura”, garantiu Maurício Quintella.

Assinatura da ordem de serviço para implantação da Barragem do Balsamo ( Foto: Márcio Ferreira)

A previsão é de que a primeira fase da obra fique pronta em 10 meses. “Essa é a primeira etapa de duas. Teremos 37 lotes, sendo 36 destinados à agricultura e um à pesquisa. Vamos beneficiar, diretamente, 150 pessoas e de 300 a 800, depois do perímetro irrigado. Em seguida, anunciaremos outra obra: o Perímetro Irrigado do Gavião, em São José da Tapera, usando as águas do Canal do Sertão”, acrescentou Quintella.

Júlio Cezar relatou que o perímetro irrigado do Bálsamo é uma obra há muito sonhada pelos prefeitos que o antecederam e colocará Palmeira dos Índios na rota dos municípios que terão capacidade de produzir usando tecnologia. “Ali, nós vamos ter emprego garantido, oportunidades e, principalmente, transformar Palmeira numa Petrolina alagoana para produzir diversas culturas”, aposta Júlio Cezar, que esteve acompanhado pelo vice-prefeito do município, Márcio Henrique.

 

 

Comentários


A obra será executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e visa aumentar a viabilidade técnica do perímetro irrigado, ampliando o alcance socioprodutivo das áreas contempladas. (Fot

Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes