18/01/2020 Por Ivan Nunes

Moradores da rua Juvenal Mendonça já vivem clima da procissão do mastro

A rua mais envolvente com a procissão do mastro por anos a fio em União dos Palmares tem sido na verdade, a Juvenal Mendonça. Arteria que abriga o madeiro de eucalipto que passa a ser reverenciado na sua procissão e, que reúne milhares de fiéis, outros tantos curiosos, evangélicos de hoje que um dia correram atrás e aplaudiram a procissão do mastro de santa Maria Madalena nesses seus 185 anos de existência.

O blog registrou os moradores da avenida Juvenal Mendonça, principal saída e entrada da cidade, colocando bandeirinhas num varal de fé para o domingo,19, dependurar de um poste para o outro logo cedo(9h da manhã), num sinal de que o evento de maior popularidade para a Zona da Mata alagoana está cada vez mais vivo.

Na procissão do mastro a presença de políticos(o que é natural) de cavaleiros e amazonas, de pessoas montadas em bicicletas, dos carroceiros que se enfeitam para este momento único já que não são lembrados pelos organizadores com "a noite dos carroceiros".

É chegada a hora: a saída está prevista para as 17h deste domingo, dia 19. O mastro tem 19 metros de comprimentos e antes de ser levado nos ombros de homens e quase que  nenhuma mulher,  haverá as bençãos do padre George Lourenço, num legítimo ato de fé para um evento religioso que durará "9 dias com nove noites". 

Comentários


Zito é quem inicia todos os anos o enfeite com bandeirinhas na rua Juvenal Mendonça de onde parte o mastro


Outros moradores se envolvem na devoção


As crianças dão os primeiros passos na sua religiosidade







Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes