01/04/2020 Por Ivan Nunes

Tita do sindicato abandona o partido de Barnabel Bezerra

O presidente do sindicato dos trabalhadores na prefeitura municipal de União dos Palmares, Olivânio Tita, abandonou o partido Cidadania faltando 5 dias do prazo final para quem deseja se filiar para disputar as eleições 2020.

Tita foi uma voz corrente dentro do 23, inclusive com direito a sugerir vetos a nomes indicados em reuniões secretas dentro do partido. O ex-presidente da Câmara Municipal de vereadores, Adelson Andrade foi alvo de Tita.

Adelson chegou a participar de várias reuniões do Cidadania, até ser informado por fontes dentro da sigla que Tita teria sido um dos entraves para que ele assinasse a ficha de filiação.

Pelo telefone, Adelson buscou explicações do presidente Barnabel Bezerra, mas o presidente municipal do 23 não atendia as chamadas do ex-vereador.

A motivação do veto ao nome de Adelson Andrade dentro do Cidadania, esteve relacionada ao fato do ex-presidente da Câmara Municipal ser o maior puxador de votos e isso representaria uma ameaça ao grupo.

Adelson Andrade, segundo o novo presidente do PSL, secretário Junior Menezes, é o mais novo membro do partido que em União dos Palmares está sob nova direção desde segunda-feira,30.

Por outro lado, Tita do Sindicato dos Servidores Municipais, que ganhou no Cidadania régua e compasso esteve no último encontro com os membros do partido, onde deu uma explicação pífia sobre seu desligamento do partido.

"Quero agradecer a todos, mas a partir de agora estou fora do 23. Boa sorte, ai!", teria dito Tita na despedida.

Uma fonte do blog bateu de primeira que Tita vai ingressar no Solidariedade, presidido por Julin Maicon dos Terrenos, cujo apoio será dado ao prefeito Kil de Freitas na sua releição.

Pelo telefone e nem mesmo pelo Zap do blog, Tita respondeu aos pedidos de explicações sobre sua debandada do Cidadania(23).

Comentários


Tita, deixou o 23 e pode ter ido para o Solidariedade

Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes