02/05/2020 Por Ivan Nunes

Covid-19 faz o turismo de União dos Palmares viver um dos seus piores dias

O turismo em União dos Palmares foi atingido duramente com a disseminação do coronavírus no mundo. O fechamento, mesmo que velado, deixou proprietários de restaurantes e donos de hotéis aflitos e eles vivem a expectativa da publicação de um decreto, seja ele estadual ou municipal, que possa definir regras para sua reabertura. 

O restaurante temático A Porteira foi fechado pelo Ministério Público Estadual depois de ter tomado conhecimento numa publicação pelo Facebook, que suas atividades se encontravam funcionando normalmente.

De acordo com Lucílio Pereira de Vasconcelos, "as autoridades locais deveriam olhar com bastante carinho para os proprietários de restaurantes em União dos Palmares.

"A Porteira fica dentro dos matos e, semanalmente o público alvo não provoca aglomeração nem aqui nem na China, criador do coronavírus, daí uma orientação especifíca fosse passada para todos nós e que houvesse fiscalização mas que nós reabrissemos nossos estabelecimentos", pede ele.

Agora fechar integralmente, lamenta, provoca perda geral. Eu estou com um monte de carne de bode da boa, feijão, arroz fava excelente e a tendência é perder tudo isso, por conta do Covid-19, que pandemia!", disse Lucílio dono do restaurante A Porteira. 

Outra empresa que sofreu com a determinação do governo municipal e estadual foi o Parque Hotel dos Quilombos que teve baixa na sua demanda. "

O restaurante foi fechado, servidores afastados, e reservas canceladas. O maior hotel fazenda de Alagoas parece hoje cenário de filme ou de novela, completamente sem ninguém", disse um servidor que falou sobre a condição de manter o anonimato.

Por outro lado, o Parque Memorial Quilombo dos Palmares vive os seus piores dias. O restaurante Baobá, pertencente a Mãe Neide está fechado por conta do coronavírus e a visitação a Serra da Barriga está proibida.

- A bem da verdade, eu nunca vi mais de 3-4 pessoas visitando o Parque antes da estrada de asfalto ser feita. Com o asfalto, o número de turistas cresceu e a visitação pulou de 5-10 pessoas ao longo de todo dia. Daí se desciplinava a visita ao público e pronto: mas fechar assim, dá um tédio danado", comentou um agente florestal que recebeu a reportagem na cancela de acesso ao Parque Memorial.

Diante dessa realidade, outros setores sofrem com o Covid-19. O centro de Artesanato Orlando Cardoso localizado no oitão da prefeitura municipal está às moscas igualmente as ocupações nos hoteis do centro de União dos Palmares.

"Tem quarto que o forro da cama ainda é o mesmo há mais de 20 dias", lamentou um proprietário de hotel no centro da cidade.

Comentários


Mercado de artesanato de União dos Palmares em foto de arquivo: movimento da clientela já era devagar quase parando em dias normais e, agora? Fechado total


Zumbi: guerreiro e símbolo de liberdade; hoje proibido de receber visita

Alana escreveu em 03/05/2020 01:31:32:

Que turismo? Kkkkkkkkkk

Matias escreveu em 03/05/2020 00:40:23:

É os loucos dos politicos kkkkkkkkkkkk tudo doido para mamar loucos a doença matando tudo e eles fazendio planos kkkkkkkkk só sendo uns alienados mesmo.

Carla escreveu em 03/05/2020 00:36:27:

Que povo maluco kkkkkkkkkk tem que rir para não chorar um doença miseracel dessas é o homem pensando em hotel , carne de bode .

Palmarino escreveu em 02/05/2020 16:04:29:

E quando foi que o turismo em União existiu?

Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes