22/05/2020 Por Ivan Nunes

Festa do Milho vai fazer 43 anos de criada em 2020

O Dilson entrou no meu gabinete e disse: Afrânio, tenho uma ideia genial e quero te contar agora!



- Mande, professor Dilson! Eu gosto de gente assim, intiligente(Afrânio trocava o e pelo i na pronúncia de algumas palavras).

- Na Paraíba de onde eu venho. Tô na Rede (RFSA) tem 20 anos já; existe um evento junino por lá que é uma beleza. Vou adaptá-lo pra tua cidade! E logo em seguida deixou o gabinete.

Afrânio Vergeti sempre bem vestido e barba feita todo santo dia, ficou sem acreditar, mas, em seguida mandou Detinha, uma servidora graduada, entrar para despachar.

George Vergeti, seu chefe de gabinete e irmão, ficava num anexo ao gabinete, onde hoje funciona o Poder Legislativo.

Dias depois, Dilson Moreira da Costa, paraíbano da gema e que 40 anos depois recebeu o título de cidadão palmarino do ex-vereador Adelson Andrade, apresentava maquete da festa do Milho - a Femil, ao então prefeito José Afrânio Vergeti de Siqueira que topou na hora e bancou a ideia do Dilson com muitas, muitas  e muitas pinceladas dele.

Convocado para o gabinete, o marceneiro chefe da prefeitura de União dos Palmares, chamado Antônio Máximo(já falecido), pai da Rosemary Moraes que é mãe do conselheiro tutelar, Alisson Pereira, recebia a determinação para montar a estrutura da Femil.

-Tem que ser na praça, rapaz! determinou Afrânio Vergeti. Daí uma tropa de choque comandada por Edmilson Lins, providenciou as palhas das Palmeiras para a cobertura do palhoção mais autêntico das festas ju8ninas que conheci, todas oriundas da Serra da Barriga, região de Mata Atlântica densa, fechadíssima cujo acesso aos moradores do hoje Parque Memorial à época, se dava por um caminho estreito e sinuoso.

- Luiz Gonzaga, Azulão, Clemilda, quadrilhas juninas das escolas e, Pinduca, além de Zé Castor com o seu Capim da Logoa foram as grandes atrações da Femil. A propósito, o Zé Castor morreu indo pra missa do Vaqueiro em Serrita-PE.

Cantor que era do gosto do prefeito Afrânio Vergeti que trocou a pinga que tomava no Sueca, sua origem, pelo uísque com gelo assim que se elegeu vereador, prefeito, deputado, secretário de estado. Um bom vivant.

Assim nasceu a festa do Milho de União dos Palmares, idealizada em 1977 pelo saudoso prefeito Afrânio Vergeti. Cada prefeito, depois, realizou no mínimo um evento. Outros mais com mais atrações a exemjplo de Iran Menezes que igualmente a Afrânio Vergeti foram os que mais disponibilizaram atrações musicais para este tipo de evento que precisa ser profissionalizado em União dos Palmares.

Longa vida para a Femil!

 

Comentários


Zé Castor - primeira atração da Femil de União dos Palmares em 1977 - (foto extraída do Youtube)


Femil já na gestão do saudoso Zé Pedrosa, prefeito de União dos Palmares

Tania escreveu em 23/05/2020 22:15:45:

Tempo maravilhoso, Festa junina em União era tradição,vinha gente de todos interiores.
Posta foto Ivan da época de Iran Meneses.
Abarço

Júlio Augusto Lins de Araújo escreveu em 23/05/2020 06:22:54:

Parabéns pela matéria Deus te abençoe e ilumine sempre

Jamis escreveu em 22/05/2020 10:35:05:

Tempo bom que não volta mais

Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes