15/06/2020 Por Ivan Nunes

Garoto João Vítor continua desaparecido nas águas do Canabrava com Rio Mundaú

A paixão por animais sempre atraiu o adolescente João Vitor para o abandonado parque de Vaquejada Vergetão, localizado em União dos Palmares.

Era domingo, quando ele com mais dois coleguinhas foram pegar um animal que pastava no entorno do riacho Canabrava, cuja águas em tempo de verão, torna-se calma, porém fétidas.

Com as fortes chuvas que caem na região da Zona da Mata alagoana, especificamente em União dos Palmares, os garotos estavam no local onde ocorreu a fatalidade mas, próximos um do outro.

Toinho, que falou ao repórter Alexandre Tenório, do portal BR-104 disse que a vítima avisou aos coleguinhas que iria urinar e se afastou deles por alguns momentos.

A seguir, os dois amigos de João Vitor, viveram cenas angustiantes. Ao ver o amigo se afogando. Tornaram-se impotentes aos pedidos de socorro do amiguinho que descia rio abaixo.

A força das águas do Canabrava, ajudou a tragar o garoto para águas mais profundas, levando João Vitor a interrupção do ar atmosférico até as suas vias respiratória, morrendo por afogamento.

Chamados, homens experientes em buscas e salvamento do Corpo de Bombeiros Militar fizeram várias buscas no comprimento do Canabrava cuja águas se junta ao caudaloso rio Mundaú, onde o volume de água vem crescendo assustadoramente nas últimas 48h.

Desesperados, familiares e amigos de João Vitor lamentam a fatalidade. Um dos irmãos de Toinho, o ex-jogador de futebol, conhecido como Pepeu foi hospitalizado com pressão arterial nas alturas assim que soube do episódio, devido a forte ligação dele com a família da vítima.

Comentários


Nessa foto aérea cedida pelo CBM(Corpo de Bombeiros Militar) é possível ver a dimensão do riacho Canabrava onde João Vitor desapareceu


Homens experiente em mergulho do CBM percorrem a pé, trecho onde garoto se afogou

Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes