22/07/2020 Por Ivan Nunes

Ladrões roubam mansão de João Lyra em União dos Palmares

A mansão do industrial João Lyra, localizada a poucos metros do parque industrial da extinta Usina Laginha em União dos Palmares foi roubada na semana passada, supostamente por um grupo de bandidos que tiveram acesso ao interior do imóvel pelos fundos.

Desde que foi decretada a falência do Grupo JL (rádio, jornal versão impressa, revendedora de veículos e duas usinas de cana de açúcar em Alagoas) que o empresário e ex-deputado federal deixou de frequentar a mansão de União dos Palmares, tem dez anos.

O crime não foi prestado queixa na delegacia regional de Polícia Civil de União dos Palmares, mas uma fonte do blog revelou que os criminosos levaram boa parte da prataria, quadros, cadeiras e até peças do banheiro de JL.

- Uma estupidez. Não consigo entender como existe segurança tanto na usina que está sendo deteriorada pelo tempo como na única casa do complexo sucroalcooleiro próximo ao parque industrial.

O roubo aconteceu durante a madrugada, mas não se tem notícia de que o segurança do imóvel foi imobilizado ou tinha faltando já que supostamente os salários da vigilância 'patrimonial', estava na época atrasado.

"Os seguranças não perceberam o roubo nem tem suspeita já que tudo foi êxitoso para a bandidagem", disse uma pessoa próxima da família de João Lyra que falou com o blog sob a condição de anonimato.

De acordo com essa testemunha que teve acesso ao interior do imóvel depois do roubo, levaram muitos objetos de valor, principalmente os que doutor João mais gostava como um quadro que ele ganhou de um artista de renome nacional.

Entre os objetos roubados estão talheres, taças de cristal, forro de cama luxuoso, cadeiras e até caqueiras com plantas que ornavam a mansão do empresário João Lyra que ao tomar conhecimento ficou bastante triste e seus olhos lacrimejaram rapidamente.

 

Comentários


A reportagem não teve acesso ao interior da mansão do industrial; esse portão foi o limite


Fomos recebidos por alguns por este cão, que à distância ficou nos observando


Atento aos nossos movimentos, ele encara a reportagem


Até resolver nos receber com cara de bom amigo no portão


E nos receber sem um latido sequer; cão boa praça, fiel e amigo da imprensa

Envie seu comentário



Blog A Palavra

por Ivan Nunes