Idosos alertam para golpe de vendedores de pomada; 2 homens foram presos

Dois idosos foram até o Cisp de São José da Laje, para denunciarem que foram vítimas de vendedores de pomada estilo porta-a-porta, quando efetuaram pagamentos com cartão de crédito.

A primeira vítima dos estelionatários é o deficiente físico, José Reginaldo, de 53 anos de idade. Ele disse ao Chefe de Serviço, Edno Gusmão, ter comprado a pomada e feito o pagamento com seu cartão de crédito.

— A pomada custava R$ 50,00 e ele passou no cartão R$ 500,00. Fiquei surpreso quando ele me pediu o cartão e em seguida a senha, num golpe que atingiu minhas finanças já que vivo de minha aposentadoria.

Em Ibateguara, o que chamou a atenção da Polícia Civil foi o mesmo modos operandi da dupla de estelionatários que venderam a pomada que custava R$ 40,00 e eles passaram no cartão R$ 560.

 As prisões em flagrantes dos estelionatários aconteceu assim que a Polícia Civil foi informada que eles estavam atuando na cidade de Ibateguara. Os acusados, não reagiram a voz de prisão dadas pelos agentes da PC Leandro e Edno Gusmão.

As vítimas foram ouvidas e, ainda segundo a corporação, todo material relacionado ao caso foi encaminhado para a comarca para a instauração de inquérito polícial. Em nota, o Chefe de Serviço do Cisp de São José da Laje, Edno Gusmão, disse que novas investigações serão realizadas para descobrir se houve outras vítimas dos meliantes que seguem presos em União dos Palmares a disposição da Justiça.

— É preciso muito cuidado na hora de efetuar pagamento com cartão de crédito; principalmente quando idosos se encontram sozinhos e em casa.

Agiram de má fé, pensando que suas vítimas não notariam o crime, mas quebraram a cara, pois crimes dessa natureza sempre tem o seu desfecho ruim para quem pratica, por conta dos rastros que se revertem em provas graves", advertiu Edno Gusmão, da Polícia Civil de São José da Laje.


Acusado no crime de estelionato


Adriano: comparsa no crime do cartão

Comentários

Comente também!